terça-feira, 1 de setembro de 2015

Silvio "meio de tabela" Benfica.E o bumerangue.

Resultado de imagem para bumerangue vermelho

O bumerangue é um perigo.
Todo  corneteiro da Redenção é um assustado.
Morrem de medo do "efeito bumerangue".
Silvio "meio de tabela" Benfica subestimou o bumerangue.
Benficão disse durante o campeonato brasileiro que o Grêmio era um  time de "meio da tabela".
Depois insistentemente falava que o Grêmio iria cair por "causa das lesões e do cartões".
Todos os dias.De hora em hora.
O discurso de Silvo "meio de tabela" Benfica e da IVI apontava um cenário de horror para o Grêmio.
Deu M.
Os vermelhos tiveram 3 baixas ontem:
Zé Mário
Juan
Alex.
E ainda tem a suspensão do juiz Dalessandro ( por amarelo).
O Beira-Rio virou um hospital.
Na Padaria dos colorados da Av. Ipiranga o clima é de irritação.
Estão "p da cara" com Silvio "meio de tabela" Benfica.
Os colorados balbuciam derramando café preto pela boa:
"O Benficão não acredita no bumerangue.É outro pé-frio da IVI da Ipiranga.É do time do Zini."

Resultado de imagem para zini cornetadorw

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

O MACHO

Enviado por Storrmarcelo

Ex-Palmeiras sofre fratura em jogo-treino do Figueirense; Argel pede prisão de agressor

Clique no link

Aconteceu no ano passado.Com o árbitro que apitou ontem....

O isento das bochechas vermelhas.A indignação tardia

Justo Guerra é um isento nervoso.
Quem frequenta o cornetadorw sabe da luta dos corneteiros da Redenção em relação ao famosos "erros humanos".
Basta colocar no Google - "erros humanos cornetadorw".
Esta história começou em 1971.
Houve um gol "por fora" do lateral Edson Madureira.
O jogo era Inter  contra o Flamengo de Caxias.
Roque José Gallas era o árbitro.
Cid Pinheiro Cabral inaugurou a frase "o árbitro é humano.Foi um erro humano."
Ruy Ostermann virou o propagandista desta maravilhosa frase.
Esta frase se alastrou no seio da IVI ao longo dos anos.
Castiel e Justo Guerra são os grandes divulgadores desta pérola.
O problema da frase é que ela não se aplica quando o tal erro humano supostamente atinge os vermelhos.
Foi sempre assim.
Vide Marcio Rezende no jogo contra o Corinthians.
Vide Leonardo Gaciba num Grenal que o Ronaldinho dominou a bola com a mão.
Disseram horrores destes 2 árbitros.
Não assisto mais o Bate-Bola vermelha.
Mas recebi o vídeo das declarações de Justo Guerra.
Está indignado contra a arbitragem.
Sua bochechas estavam vermelhas.
Deixou "coisas no ar".
Veio tarde a indignação  do Justo.
O árbitro de ontem (Jean Pierre) foi o mesmo que não expulsou Leandro Damião no jogo Santa Cruz X Inter.
Não houve indignação de Justo Guerra.Pelo contrário.Sequer falou no lance.
Justo Guerra não se indignou quando Daronco prejudicou o Grêmio lá em Goiás.
Justo Guerra é  um sujeito justo.
Só tem um problema.Sua indignação é seletiva.







domingo, 30 de agosto de 2015

O Fim do sonho.E a derrocada dos machos.do Argel.

O Grêmio não vai ser campeão brasileiro,Caiu a ficha.
Disputou 12 pontos contra Coritiba e Ponte Preta,Fez 3 pontos.
Deixou 9 no armário.
Isto é mortal no brasileiro nos pontos corridos.
Não temos nenhuma queixa do trabalho de Roger Machado e do Presidente Romildo Bolzan.
Vamos buscar o titulo da Copa do Brasil e nos manter no G-4.
¨¨¨¨¨¨
Os vermelhos (hoje)caíram de "3" na Ressacada.
Já tinham caído de "3" contra o Atlético do PR
Também caíram de "3" contra o Sport em Recife.
Tomaram "5" do Grêmio.
A pauta da semana vai ser a arbitragem da Ressacada.
O mundo do futebol é fascinante.
Fomos buscar a "análise individual" dos jogadores vermelhos na sapatada em Florianópolis.
Leiam o que dizem do bruxo de Dunga. (IVI da Ipiranga)

Geferson

Está em visível crise técnica. Facilmente vencido pelos atacantes do Avaí. Nota 3

RACHÃO MODERNO.A NOVA ONDA VERMELHA

Resultado de imagem para onda vermelha

Diego Marlon Brando Aguirre estava na semi-final da Libertadores.
Uma parte significativa da IVI anunciava que os treinos dos vermelhos "eram modernos".
Tinha razão.
Dieguito encurtava o campo (como os europeus).
Gunaçççu Saraiva.Dio Pipoca. Rafael Vermelho Colling.Benficão e tantos outros comemoravam o fim dos "rachões" e coletivos.
O Tigre comeu a manteiga do Marlon Brando.
A modernidade européia virou maionese.
Veio Aregl Macho Fucks.
Os coletivos voltaram.
E o rachão também.
Só que veio com outra denominação.
É o "rachão moderno do Argel"