quinta-feira, 12 de outubro de 2017

DESMOBILIZADO FC

No final de semana ouvi uma das piores entrevistas de um dirigente de futebol.
Dr. Saul falou predominantemente em lesões ou em preservações.
Sobre futebol? Muito pouco.
As entrevistas do Dr. Saul são sempre de apoio a estratégia preservacionista da comissão técnica.
Ô Grêmio deixou de jogar futebol no 2º semestre. Abandonou o brasileiro na 3ª rodada,
Teve um a folga forçada de 10 dias após a perda do Gauchão em maio e no próprio mês de maio botou o time C do D em Recife.
Ontem ouvi uma noticia estarrecedora.Depois de 90 dias Kanemann e Geromel voltariam a jogar juntos.Isto é inacreditável.
O Grêmio é a cópia fiel do Fluminense de 2009.Renato chamava o brasileirão de' brincadeirinha" e desativou os titulares antes do jogo contra a LDU.Fez campanha de rebaixado no brasileiro e perdeu a Libertadores.
O Grêmio repete o Inter do treinador trabalhador de 2010.Igual.Sem nenhuma diferença.
Poupou.Poupou.Poupou.E foi engolido pelo Mazembe.
Poupar DEMAIS é bom para os jogadores.O problema é o "efeito colateral".Os times perdem a embocadura.
Na nossa modesta opinião o Grêmio poupou DEMAIS este ano.Perdeu o ritmo.Está "desencontrado"
Vozes gremistas em todos setores pregam a prioridade "nas Copas".
Dr. Saul é um propagandista destas teses preservacionista.
O Grêmio se fizesse no primeiro turno a campanha que está fazendo no returno iria para 2ª divisão.
Já está com a faca no pescoço na disputa da vaga direta da Libertadores.
O Grêmio esvaziou a Arena no brasileiro.Se estivesse disputando "a ponta" sua média de pública seria de 35 mil pessoas.
Os dirigentes do clube e a comissão técnica estão na divisa do céu e do inferno.
A vitória na Libertadores apaga tudo.
Tomara que isto aconteça.
Hoje o Grêmio é o DESMOBILIZADO FC.A começar pelas entrevistas. É só choradeira de lesões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário